terça-feira, 25 de novembro de 2008


Oração a Vênus


Senhora Deusa do Amor. Olhando assim, sob o prisma do Sagrado, venho lhe questionar (se a tal posso...).
Fiz algo de desabonador para merecer tamanha severidade de Vossa parte?
Talvez, inconsciente de outras tantas existências, não possa saber então, que mal fiz para merecer a má sorte nas suas sendas. Talvez tenha agido eu indignamente, pagando neste momento as severas leis do carma. Seguindo a sábia lei do retorno, que diz que à toda ação, cabe uma reação. Será tão grave minha culpa? Terei agido de forma tão odiosa, para que neste momento sofra todos os reveses de Eros?
Não, não... prefiro crer que a sorte me aguarda numa destas curvas do inexorável destino, afinal creio na sabedoria divina. Não honrei sempre com todo o meu coração o Seu poder, ó divina Senhora? Teria cometido algum delito para com Suas leis em meu coração desavisado? Porque tamanho castigo?
Busco o amor, talvez buscá-lo não deveria...assim apenas aguardo.
Muitas vezes vacilei na fé em seus desígnios, perdoe-me, não sabia que estava sujeito a tão caprichosa e poderosa Senhora. Pensei que as questões do coração não se submetessem a nenhum glorioso deus, vi que me enganava. Porém, nunca agi com falta de respeito às tais questões, pelo contrário sempre mostrei-me um servo fiel aos Vossos ordenamentos, inspirado na Sua sabedoria, aguardando apenas o prêmio tão almejado pela alma humana e sonhadora. O amor.




NiNo Strapillo
27/07/2004

2 comentários:

chrystian disse...

fala ninas,olha esta foto representa como eu realmente ando ultimamente:de saco cheio !!!abs piça.

Seu TiTo disse...

Saco na Lua...